Pokémon Go dinamizou a utilização da tecnologia de realidade aumentada?

Post Blog-01
VAMOS FALAR DA IMPORTÂNCIA DO VÍDEO NO FACEBOOK?
8 de julho de 2016
Snap post Blog-01
SNAPCHAT VS. PUBLICIDADE
25 de julho de 2016
Mostrar Tudo

Pokémon Go dinamizou a utilização da tecnologia de realidade aumentada?

Post Blog-01

Pokémon Go é um jogo eletrônico free-to-play voltado para smartphones. A tecnologia utilizada é de realidade aumentada, não é nova, mas veio à tona após o lançamento do game. Pokemon Go foi desenvolvido por uma colaboração entre a ex-parceira do Google, a Niantic, Inc., Nintendo e a The Pokémon Company para as plataformas de IOS e Android. O jogo foi lançado no dia 05 de Julho em alguns países e até a semana passada estava entre os aplicativos mais utilizados do mundo, ultrapassando o Tinder.

O jogo foi lançado com críticas mistas. Usuários e revisores elogiaram a experiência geral e o incentivo da aventura no mundo real, porém, foram percebidos alguns problemas durante os testes, como: mensagem de erro em dispositivos android e erro na entrada ou no tempo de loading para começar o jogo, isso logo na primeira fase. Outros problemas incluem áudio distorcido e falhas no serviço de localização GPS.

Além disso, a Niantic Labs adverte que Pokémon Go pode zerar/viciar sua bateria ao jogar por um longo tempo. Sobre os erros apontados, as empresas desenvolvedoras do jogo emitiram uma nota na segunda-feira 18 de julho, dizendo que estão trabalhando em uma solução para melhorar esta e a próxima versão otimizada,  Pokémon Go Plus, que será lançada no futuro.

O Game

Utilizando a câmera de um smartphone, mapas e a localização GPS do jogador, o jogo coloca os pokémons no mundo real a partir da tecnologia de realidade virtual. Caso o usuário queira acesso limitado ao jogo sem desbloquear o telefone, ele pode comprar um acessório opcional. A proposta é fazer com que o jogador explore as regiões de seu próprio mundo com objetivo de completar a Pokédex e vencer os estágios.

O jogo utiliza uma mecânica semelhante ao do Ingress, também desenvolvido pela Niantic Inc., que utiliza o GPS do smartphone para localizar a posição do jogador, a qual consequentemente será a posição de seu personagem no mundo virtual. Conforme o jogador anda em sua cidade, vários pokémons selvagens podem aparecer no mapa, dependendo do tipo de região em que se encontra. Com isso, ao estar próximo a uma praia ou rio, por exemplo, será mais fácil encontrar Pokémons do tipo água.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: